A vida segue…

20170603_084524Que loucura. Se me perguntassem nesse dia aí, há 7 anos atrás, como eu estaria em 2017, nem de longe acertaria. Lembro como se fosse ontem desse 29 de maio de 2010. Quantas incertezas…

Recomeçar do zero não é fácil e vai ficando mais difícil a medida que vamos ficando mais maduros, pra não dizer velhos, rs… mas o segredo é não ter medo e não desistir. Hoje sei que somos capazes de recomeçar quantas vezes for preciso. Acho que temos uma alma meio de Fénix. 🙂

Em 7 anos, tanta coisa aconteceu… mudei de cidade, de emprego, de área, conheci um bocado de gente, tive 4 gerentes diferentes no trabalho, aprendi tantas coisas novas, mudei. Não sou a mesma pessoa que escreveu esse post que o Facebook me lembrou hoje. Sou uma pessoa melhor e que tem muito ainda pra melhorar.

E a vida segue…

 

O Que Puxa! voltou

A vida é mesmo uma caixinha de surpresas, rs… Escrevia em blogs desde 2002. Ano passado, resolvi não só parar de escrever, como deletar meu blog, o “Que Puxa!”. Foi com um peso danado no coração, mas já não escrevia com tanta dedicação como outrora, vivia desatualizado. Acho que as redes sociais colaboraram um pouco para essa minha desatenção com o blog, meu companheiro de tantos anos, tantos desabafos, tantos registros de momentos especiais (felizes e tristes), tantas celebrações… Eis que 8 meses depois, tenho que escrever e publicar um post num blog, como parte de um projeto de um curso que estou fazendo de marketing digital. A vida é ou não é uma caixinha de surpresas? Seria um sinal? rs…

Bem, pensei seriamente em criar um blog qualquer só para colocar o post e depois deletar. Mas aí, bateu aquele déjà vu, uma vontaaaade de voltar a ter meu espaço sem limites de caracteres, sem tanta patrulha, sem tanto controle, para eu poder falar do que me faz bem, do que gosto ou não gosto, bateu saudade dos tempos de blog, de receber comentários de quem não conheço, saber que tem pessoas com os mesmos sentimentos espalhadas por aí. E aí veio a decisão.

O “Que Puxa!” está de volta.

p.s.: O nome “Que Puxa!” é uma homenagem ao Charlie Brown, personagem de um dos meus desenhos prediletos da infância e que amo até hoje.